Postagens

O que eu vi na TV que é verdade no AV - Versão 2021

https://youtu.be/LK53GDh04Z0 Acima está a live da semana retrasada entre o Thiago Alves e o Edgard Mello Filho, cuja idolatria que eu e o Bruninho temos por ele já foi contada. Pois bem, o Edgard narrou uma volta em Interlagos e eu, na minha condição de fã, fiz questão de aprender. E não é que deu certo? Baixei meu tempo de volta em Interlagos de Ferrari 458 em dois segundos! Muito obrigado, Mestre Edgard! Toda vez que o vejo em alguma mídia eletrônica aprendo cada dia mais!

Beat Acelerado (em casa trancado...)

Parafraseando a canção da banda Metrô e nem de longe tentando imitar a voz suave com sotaque francês da Virginie Boutaud, muito já se discutiu por aí sobre a paralisação do esporte a motor nos tempos de coronavírus. Não me alongarei sobre as paralisações. Porém o único em casa que ainda respirava gasolina e borracha queimada, o meu kartista e filho Bruninho, está parado por causa da parada nas atividades de Nova Odessa. Lá no King Rental Kids, ele ocupa a segunda colocação do campeonato depois de duas provas neste ano de 2020. O automobilismo virtual ainda está ululante, ufa! Também não vou me alongar sobre corridas no rFactor 2 com lendas como Emerson Fittipaldi, Hélio Castro Neves (eu uso a grafia certa), Dario Franchitti etc. Nem sobre o iRacing, com a Porsche Cup e vários pilotos reais participando. Atualmente estou em dois campeonatos do Campeonatos Clássicos (Grand National 63, denominação da NASCAR à época) e a Divisão 3 (inesquecível até para quem nunca a viu ao vivo, tipo eu)

Seguindo recomendações médicas

Sofro de ansiedade desde que me conheço por gente e desde 2013 faço tratamento para (tentar) controlar. Na última vez que passei na psiquiatra para a renovação do meu “remédio para loucura” (Cloridrato de Venlafaxina) , ela me sugeriu o seguinte: - Rodrigo, fazer o que você gosta certamente te ajuda a controlar sua ansiedade e te deixa mais calmo. Para mim foi a explicação científica do fato de eu ficar totalmente calmo durante uma corrida. E também é a minha desculpa para a participação nestes campeonatos aqui: - Endurance Bandsports no iRacing - Copa Opala da CRAV - Copa Viamar de Opalas do Campeonatos Clássicos - Copa FIAT da BRAV, opa, Copa Sul AV - Endurance TC da VORC Entre esses campeonatos, o único que não será transmitido ao vivo será a Copa FIAT; por esse motivo, ressuscitei a Scuderia Goiaba. Nos demais certames defenderei a Hattrick Racing. ---------------------------------------------------------- Toda vez antes de uma corrida meus cachorros Pirata e Susie me pedem carinho

Saudades do que não vivi

Este é um blog de automobilismo, não estou me referindo à conversa furada entre o mais famoso cidadão de Mogi das Cruzes com a lambisgóia golpista. Eu me refiro desta vez a categorias nacionais de turismo. - Divisão 1 - Divisão 3 - Divisão 4 - Brasileiro de Marcas e Pilotos. Mais especificamente, a Divisão 3. Meu pai às vezes comenta que ia a Interlagos quando solteiro ver corridas ao lado do meu padrinho e por isso ele viu gente como o nosso ídolo Edgard Mello Filho, Tite Catapani, Reinaldo Campello, Paulo Gomes… Anos depois, ao ganhar a coleção de revistas Quatro Rodas dos meus tios, muitas vezes dormia sonhando em descer o retão de Interlagos dividindo curvas com Maverick, Opalas, Fuscas, Chevettes e Brasílias. Hoje, quase trinta anos depois de dormir abraçado às revistas, ao menos virtualmente poderei voltar no tempo e pilotar um carro da Divisão 3 no quintal de casa, mais especificamente no quintal da casa da minha mãe quando solteira, Interlagos com seus 7.960 m de extensão. A pr

O que eu vi na TV que é verdade no AV–(Mais ou menos) Parte 3

Quarta-feira. Aproveitando-se do fato que meu filho ainda está com as aulas de pilotagem fresquinhas na cabeça, perguntei a ele: - Bruninho, o que os professores disseram sobre fazer a curva em S? - Papai, você tem que fazer a primeira perna por dentro para sair chutado na segunda. E foi o que tentei fazer na Copa Uno (Campeonatos Clássicos) e na Endurance TC da VORC, as duas na pista de Londrina. Nas duas corridas fui traído pela queda de conexão (embora estivesse mal pra chuchu), porém quando me lembrei das palavras do meu filho comecei a andar bem.

O que eu aprendi na TV que é verdade no AV– parte mais ou menos 2

Prólogo: Há uns dez anos atrás comprei o Guia de Pilotagem de Kart da Suzane Carvalho. Uma das ótimas dicas dela a qual por algum motivo eu não esqueci foi mais ou menos a seguinte: ”Eu prefiro manter o meu traçado, analisando tudo o que o piloto da frente faz, para ultrapassar onde ele menos espera”. Pois bem, na quarta-feira da semana passada eu a coloquei em prova. Etapa do Campeonatos Clássicos, Copa Uno na pista de Caruaru, “terra da mamãe” como diria meu filho Bruninho. Lá estava eu em sétimo lugar, me aproximando pouco a pouco de um piloto velho conhecido dos tempos da BRAV. Percebi que o rapaz estava com problemas nas freadas da segunda parte sinuosa da pista pernambucana, e depois de cinco voltas cozinhando o galo, percebi uma escapada na parte suja da pista e fiz a ultrapassagem mesmo naquele trecho de baixa! Graças a ela consegui meu melhor resultado até agora na categoria, um sexto lugar. Pena que faltou freio na última volta, senão poderia até beliscar um quinto lugar.

Cadê você… que nunca mais apareceu aqui?

Imagem
(Andrea de Adamich, Sebastien Bourdais e Bird Clemente, quero ser igual a vocês na arte de ser um míope de pé pesado) Em uma revistinha educativa da Turma da Mônica, daquelas que eram distribuída nas escolas, mostrava o Rolo ensinando sobre a importância de ver e ser visto no trânsito. É algo que também vale para o automobilismo real. Sabem o Helmut Marko, fritador oficial de pilotos da Red Bull? Depois que ele levou uma pedrada no olho vindo da Lotus do Ronnie Peterson, nunca mais pilotou um carro de corrida por ter ficado cego. No automobilismo virtual, a máxima vale, principalmente para míopes astigmáticos feito eu. - Em uma prova vespertina de Porsches na pista de Goiânia, passei a última hora de prova sem enxergar absolutamente nada, guiando pelo instinto. Mesmo ajustando o brilho do monitor, eu não via absolutamente nada. Parecia a fase noturna com neblina do Enduro do Atari… - Na semana passada pela Fórmula E da VORC a largada foi ao por do sol em Salvador. Até que a pista estav